Cigarros

23 de outubro de 2015, sexta, 22:35

As mãos de cigarro tocam as coisas e as deixam impregnadas desse característico fedor — como um Midas ao contrário, que com um mero toque apodrece e torna lixo o que há ao redor. Elas impregnam e alteram das coisas não só o cheiro, mas também a cor e o sabor.

Perdi o meu penúltimo elo sanguíneo.

30 de março de 2016, quarta, 21:52

Você voltou, e na sua bagagem retornaram também as crises de rinite (e as consequentes dores de cabeça) e a mania quase compulsiva de lavar as mãos após inadvertidamente encostar em tudo o que você encostou.

Você ficou fora por quase três semanas e eu não senti a sua falta.

(E você está “fora” há pouco mais de dois anos, mas, de alguma forma, eu ainda sinto um resquício do peso da sua ausência.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s