Divagação 5: breve comentário sobre encontros e desencontros

Meados de setembro, 2015

“Como um gatilho sem disparar
você invade mais um lugar onde eu não vou…”

Uma vez ela me disse que poderiam se passar vinte anos e, ainda assim, eu provavelmente não teria controle da minha reação se eu o visse; ela disse que meu coração, assim como o de tantas outras pessoas, em tantas outras situações (similares ou não), provavelmente iria acelerar, sem que eu pudesse impedir isso.

As vezes eu tenho a sensação de que, ao dobrar esta ou aquela esquina, um dia vamos dar bem de cara um com o outro. Mas as vezes tenho a sensação de que não nos veremos nunca mais.

E eu não faço a mínima ideia de qual perspectiva me “assusta” mais.

(… ainda que eu saiba qual eu mais gostaria — ou, no mínimo, preferiria — que acontecesse.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s