Tatuagem

Você olha pra fora da janela. Olha e olha, mas não vê nada.

E você “faz a louca” (sim, porque você já “meio que” O renegou hace mucho) e roga a Deus por alguma luz, mas Ele não te ajuda. Não é por você não conseguir reconhecer os sinais Dele, ou porque Ele não te escuta; é porque Ele realmente não está lá.

E no último do desespero (risível), você resolve pedir ao diabo, e fica só esperando ver as fuças e os chifrinhos dele, mas ele também não vem.

Você acha, e diz a si mesmx e aos outros que não consegue entender o que está errado ou fora do lugar, mas você sabe exatamente o que é. Você sabe exatamente tudo o que não encaixa e/ou faz falta.

E você senta, ajoelha, pede, implora, suplica!, pra ir dormir, sem sonhar, e sem lembrar. Mas, ah… você sonha. E você lembra também.

E fica revoltadx porque não conseguia se lembrar da maldita equação pra prova da escola, ou a citação daquele autor importante na faculdade. Mas o brilho dos olhos da pessoa, como o mundo se iluminava quando ela sorria, ou o toque macio dos dedos dela no seu rosto e nos seus cabelos você não consegue apagar ou esquecer.

Por que é que você lembra? Por que é que, justamente disso tudo, você não consegue esquecer? Por quê?!

Daí você se toca que isso tudo é como uma tatuagem, gravada fundo na sua pele. E que lá ela vai ficar, talvez não pela eternidade, mas, pelo menos, até o fim dos seus dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s